Márcio Torres e Rafael Azen são dois empreendedores que se conhecem há anos, estudaram juntos no colégio e, ao sair dele, continuaram caminhando lado a lado, só que agora no mundo profissional.

Os dois, que fizeram cursos na área de Informática, passaram por grandes empresas, como Petrobras, Prefeituras e multinacionais, e, nesse meio tempo, iniciaram suas Graduações (Márcio cursou até o 3º período de Ciência da Computação.

Quando Rafael trancou o curso de Administração no 6º período), criaram o OPA, acrônimo de “Olhando Para o Aluno”, um aplicativo de percepção e registro de presença em sala de aula que dispensa a chamada em papel, melhorando a comunicação, produtividade, relacionamento em sala de aula e contribuindo com a diminuição da evasão escolar, uma vez que ele possibilita mensurar a frequência do aluno, envia, em tempo real, notificações da falta de professores, eventos ou lembretes de pagamento.

Para conhecer melhor o projeto de startup, clique no link abaixo!

http://www.opaeducacao.com.br/home/

http://www.opaeducacao.com.br/home/

Autor: Maximino Brügger Perez

Notícias relacionadas
Comentários