Após a derrota por 4 a 1 para o São Paulo, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico do Flamengo, Domènec Torrent, mostrou bastante irritação com os questionamentos recebidos em sua coletiva de imprensa.

Visivelmente incomodado com algumas perguntas recebidas sobre as falhas defensivas do time no Maracanã, ele disparou contra as análises feitas pelos jornalistas e, em vários momentos, disparou ironias.

“Estamos ainda na metade do campeonato. Se ganharmos o Brasileiro, depois falaremos… Mas é uma loucura! Aqui (no Brasil), você perde um jogo e está tudo ruim. Não é assim!”, afirmou.”

“Nós empatamos com o Inter jogando bem o 2º tempo. Hoje, não jogamos mal. No 1º tempo, o São Paulo deve só duas chances e fez dois gols, ainda erramos um pênalti. Se vocês falam do resultado (4 a 1), vocês estão certo. Mas aqui só falam do resultado! Se perdemos, está tudo ruim, se ganhamos, é tudo ‘uau'”, reclamou.

“Temos que analisar, não falar por falar. Hoje, é doloroso, é uma derrota dolorosa para mim, especialmente. O (resultado do) jogo não fez justiça ao que aconteceu em campo. O jogo estava equilibrado. Erros individuais acontecem. Os jogadores não são máquinas, eles são humanos e podem errar. Perdemos o jogo por isso. Agora ninguém fala dos 10, 11 jogos em que a defesa estava toda jogando bem. Hoje, perdemos um jogo e está tudo um desastre”, lamentou.

“Então, a partir de agora vamos fazer assim (nas coletivas): quando perdemos, está tudo ruim; e, quando ganhamos, está tudo bom”, disparou.

Ao ser novamente perguntado sobre falhas do sistema defensivo nas últimas partidas, Dome se irritou ainda mais e chegou até a agitar os braços durante resposta, novamente sendo irônico.

“Concordo plenamente com esse senhor (que fez a pergunta). Já falei que falhamos no sistema defensivo, perdemos e o sistema é muito ruim. Também quando jogamos com esses mesmos defensores foi tudo muito ruim. Se vocês querem ficar falando isso quando perdemos, então concordo com vocês, não tenho que falar mais coisas”, afirmou.

“Hoje, perdemos por erros individuais. Isso é muito claro. Mas não foram só erros defensivos, foram ofensivos também. Falhas de sistema defensivo é quando o adversário cria 20 chances e a gente mostra descoordenação. Hoje, não aconteceu isso”, argumentou.

“No 1º gol, foi jogada de 2º bola e golaço. No 2º, cruzamento e demos um gol. No 3º, pênalti. E, no 4º, uma bola de 60 metros quando estávamos no ataque tentando virar. [Tom irônico] Foram falhas do sistema defensivo… Claro que sim. É igual”, encerrou.

Autor: Maximino Brügger Perez

Notícias relacionadas
Comentários